Projeto

O IN2SAI é um projeto Erasmus (Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida), com a duração de 24 meses – de outubro de 2013 a setembro de 2015. O projeto aborda os desafios relacionados com a baixa participação feminina na indústria aeronáutica (IA) e nas áreas de estudo científicas em geral.

Alguns fatos e números que servem como ponto de partida para o projeto IN2SAI:

  • Menos de 15% da força de trabalho na IA na União Europeia é do sexo feminino;
  • A maioria das mulheres opta por se matricular em artes, humanidades e ciências sociais;
  • As mulheres que concluem os estudos em Ciências, Tecnologias, Engenharias ou Matemática têm menos probabilidade que os homens de trabalhar nestes sectores;
  • As mulheres na IA ocupam muitas vezes posições relacionadas com os serviços administrativos e marketing;
  • Alguns trabalhos ainda são vistos como “trabalhos masculinos” (por exemplo, engenheiros) e outros como “trabalhos femininos” (por exemplo, enfermeiras);
  • Na área da investigação científica, em 2009, as investigadoras do sexo feminino representavam menos de 35% de todos os investigadores na União Europeia;
  • A Europa enfrenta uma escassez de cerca de 25 mil engenheiros por ano. As taxas de substituição para engenheiros vão subir e as empresas aeroespaciais irão competir por um conjunto cada vez menor de talento técnico.

(Sources: Ecorys, 2009; Evans, s.d.; OECD, 2011; She Figures 2012; COM (2008) 868/3)

Com diferentes ações e atividades, o projeto tem como objetivo aumentar a participação de estudantes do sexo feminino em estudos do ensino superior nas áreas científicas (especialmente aquelas relevantes para a aeronáutica) e contribuir para a sua integração na indústria aeronáutica (IA).

Assim, o projeto aborda três tipos de grupos-alvo e stakeholders:

TG_PT